terça-feira , agosto 14 2018
Página Inicial / Cidades / Polícia Federal pede prorrogação de prisão de envolvidos em esquema de desvio de dinheiro público em Jales

No Banner to display

Polícia Federal pede prorrogação de prisão de envolvidos em esquema de desvio de dinheiro público em Jales

POR Juliete Costa

A Polícia Federal solicitou na Justiça nesta semana a prorrogação das prisões dos quatro suspeitos de desviar dinheiro público da Prefeitura de Jales. A diretora financeira do município juntamente com outras pessoas foi presa durante a Operação Farra do Tesouro.

De acordo com as informações apuradas pela reportagem, a PF pediu mais cinco dias de prisão temporária para Simone Carpi Brandt, Marlon Brandt, Érica Cristina Carpi de Oliveira e mais dois familiares que também estão envolvidos no esquema.

Após o cumprimento de mandado de busca e apreensão dos investigados, as autoridades ainda pediram para que Érica e o marido, Roberto Santos Oliveira, que são apontados como peça chave, tivesse prisão preventiva decretada.

Para acelerar as investigações, a Policia responsável pelo caso ainda pediu que a Prefeitura liberasse documentos com o balanço do setor nos pagamentos dos últimos 12 anos, que foi o tempo em que Érica ficou no cargo. Além disso, todas as contas da acusada juntamente com seu companheiro, foram bloqueadas pela Justiça.

A defesa dos envolvidos ainda não quis se manifestar sobre o assunto. Contudo, para adiantar o processo, a administração pública já exonerou a secretária de Saúde, Maria Aparecida Martins que após esclarecimentos teve prisão revogada e a diretora Financeira, Érica Cristina que continua a disposição dos investigadores.

Print Friendly, PDF & Email

Veja também

Prefeitura de Santa Fé do Sul inaugura Palco de Praça que custou R$ 2,2 MI

POR Juliete Costa Durante abertura do Festival “Violas e Ponteios” o secretário de Turismo do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display

Clique e confira