sábado , junho 23 2018
Página Inicial / Andradina / Dois em cada três andradinenses acham a saúde pública ruim, diz pesquisa

Dois em cada três andradinenses acham a saúde pública ruim, diz pesquisa

DA REDAÇÃO

Na opinião de dois em cada três andradinenses, a Saúde Pública do município de Andradina ruim ou péssima. Os dados são de uma pesquisa inédita feita por telefone pela equipe do Portal Fatos Regionais entre os dias 10 e 11 de maio.

Apesar de 88% ser favorável a Saúde Universal para todos os cidadãos, 7% acreditam que apenas pessoas de baixa renda deveriam ter acesso a esse serviço, enquanto 3% pensam que os serviços de Saúde deveriam ser totalmente privatizados. Já 2% não souberam ou não quiseram opinar. O Portal Fatos Regionais entrevistou cerca de 400 pessoas em todos os bairros de Andradina.

Os que defendem Saúde Pública para todos afirmam que todo cidadão merece acesso gratuito a esse serviço. “É um direito universal e não podemos fazer essa separação. Não deveria nem existir hospital privado ou plano de saúde. Se todos lutassem pelo SUS, teríamos uma Saúde Pública bem melhor”, disse Roberto, morador de Andradina.

Os que acreditam que a Saúde Pública deveria ser usada apenas pelos mais pobres dizem que é a melhor forma de não criar mais tumulto nos hospitais e também é um jeito do Governo gastar menos dinheiro na Saúde, podendo investir em outros setores. “Saúde Pública é importante, mas quem tem condições de pagar um plano deveria apenas usar hospital particular”, afirmou Ana Clara, estudante de medicina.

Os 3% que são favoráveis a privatização de todo o sistema de Saúde de Andradina acham que é a melhor maneira de melhorar a área. Boa parte deste grupo defende um repasse para os mais necessitados para poderem pagar um plano de saúde, entretanto, eles enxergam que apenas a privatização é a solução para o setor andradinense.

A Saúde Pública de Andradina é considerada ruim por 64% dos andradinenses. Número considerado muito alto. Somando as opções ruim e péssima, a reprovação do serviço é de 72%.

Mas há quem goste do trabalho feito pelos profissionais da área no município. Dos entrevistados, 9% consideram boa a área, enquanto 4% acham ótima. Somando as duas alternativas, o percentual de aprovação é de 13%.

As Unidas Básicas de Saúde (UBS) foram as mais criticadas. Mais de 77% dos entrevistados não gostam dos serviços oferecidos nas UBS’s. “Minha família e eu não gostamos de UBS. A gente sempre procura a Santa Casa”, declarou um servidor.

O atendimento também recebeu alta reprovação da população. Mais de 60% não gostam de como são atendidos pelos profissionais do setor de Saúde. Além disso, 46% acham que a Secretaria da área precisa ser alterada.

Print Friendly, PDF & Email

Veja também

60% de ilhenses usam ciclovias para Lazer, diz pesquisa

DA REDAÇÃO Você já se perguntou quais motivos levam uma pessoa a andar de bicicleta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display

Clique e confira