POR Juliete Costa

Um paciente que não teve seu nome divulgado, da Estância Turística de Ilha Solteira estava com suspeita de ter contraído a gripe suína. Ao realizar exames para diagnosticar a presença do vírus H1N1 que é o transmissor da doença, o resultado deu negativo.

De acordo com as informações apuradas pela reportagem, diversos casos vêm sendo registrados em cidades da região e isto está preocupando a população e os profissionais de saúde. Contudo, a vigilância Sanitária já informou aos munícipes que os mesmos não levaram o órgão a adotar nenhuma medida com relação a doença.

A vacina contra a gripe comum também protege as pessoas contra a suína e por conta disso é recomendável que os ilhenses que fazem parte dos grupos prioritários, procurem um posto mais próximo para tomar a dose que já está sendo distribuída pela rede pública.

Segundo relatos, não é fácil identificar um paciente com o vírus pois os sintomas são parecidos com a gripe normal, porém, o detalhe que diferencia é a temperatura. Pessoas que contraem o H1N1 apresentam, por exemplo, febre de 38º, 39º, juntamente com dores musculares, irratação nos olhos, cansaço, tosse, dentre outros.

Vale ressaltar que a Campanha de vacinação nacional contra a gripe teve início neste mês e as aplicações das doses em grupos prioritários como idosos e crianças entre seis e cinco anos, vai até o dia 01 de junho. Para quem tiver interesse em receber a vacina, deve procura as UBS mais próximas ou então a unidade do Programa de Saúde da Família do Passeio Palmares, localizada no Bela Vista.

Print Friendly, PDF & Email