sábado , junho 23 2018
Página Inicial / Ilha Solteira / Moradores ilhenses reclamam de motoristas que estão esquecendo pacientes. Prefeito deve tomar providências

Moradores ilhenses reclamam de motoristas que estão esquecendo pacientes. Prefeito deve tomar providências

DA REDAÇÃO

Moradores da Estância Turística de Ilha Solteira reclamaram dos motoristas do transporte oferecido pela Administração Pública. De acordo com os munícipes, os motoristas estão se perdendo nas viagens e esquecendo pacientes e estudantes.

Quem tornou a reclamação pública foi o presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Batista Gonçalves (PPS) mais conhecido como Rodrigo Kokim. O legislador contou que houve dois casos nas últimas semanas que motoristas teriam se perdido na viagem.

A primeira ocorreu na capital paulista, quando pacientes viajaram para São Paulo para realizar consultas e exames. “Teve pessoas que passaram mal, porque o condutor do veículo ficou perdido. Foram duas horas para chegar ao destino. Isso não pode acontecer”, declarou o presidente da Casa de Leis.

Já em Araçatuba, o motorista não sabia o local da Santa Casa de Misericórdia. “O povo ficou apavorado”, acrescentou Rodrigo. Essas declarações do presidente aconteceram na última sessão ordinária da Câmara, segunda-feira, 04.

Estudantes também foram vítimas dos esquecimentos dos motoristas. Os alunos foram para Andradina no carro da saúde, contudo, foram liberados da faculdade por volta das 10h30 e tiveram que ficar no município vizinho até às 14h00, voltando de Reunidas.

Uma paciente teve que voltar com o filho, pois foi esquecida no AME de Andradina. Ela só conseguiu voltar para sua residência, porque seu filho foi buscá-la. “u peço que o prefeito tome providências. Porque as pessoas estão indo para tratar da saúde, passa um nervoso desse e acaba passando mal. Tem que rever a situação”, disse Kokim.

O Portal Fatos Regionais conversou com pessoas próximas ao prefeito Otávio Gomes (DEM). Eles garantiram que o mandatário ilhense ficou sabendo das reclamações e já pediu para o setor responsável tomar providências para que esses fatos não ocorram novamente.

“Hoje existem GPS nos celulares, internet, entre outras ferramentas para os motoristas não esquecerem pacientes ou locais que devem chegar. Então os responsáveis por esse trabalho terão que ter maior responsabilidade, pois eles carregam vidas”, afirmou uma aliada ao prefeito.

Print Friendly, PDF & Email

Veja também

60% de ilhenses usam ciclovias para Lazer, diz pesquisa

DA REDAÇÃO Você já se perguntou quais motivos levam uma pessoa a andar de bicicleta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display

Clique e confira