sexta-feira , junho 22 2018
Página Inicial / Cidades / Cookie de maconha? Preso ia ganhar de presente, mas Penitenciária impediu

Cookie de maconha? Preso ia ganhar de presente, mas Penitenciária impediu

POR Daniel César

Na última sexta, 02, um caso curioso chamou a atenção. Pacotes de cookies enviados a presos na penitenciária de Mirandópolis, via Correios, não passou pela inspeção através do aparelho de Raio X. Isso porque foi detectada a presença de um objeto estranho nos pacotes.

Segundo informações obtidas pela reportagem, os funcionários da penitenciária que trabalhavam no momento da detecção, seguindo as normas, abriram os pacotes e constataram a presença de 345 gramas de maconha que estavam escondidos dentro de um deles.

Todo o material que estava destinado a um preso ficou apreendido para averiguação. A Penitenciária informou, por meio de Nota Oficial, que abriu Procedimento Disciplinar em desfavor do preso, sem informar sua identidade. Mesmo que o pacote tenha sido enviado por Sedex, como havia identificação, o remetente, uma mulher, deverá ter seu nome suspenso do rol de visitas.

Não houve detalhes sobre o que poderá acontecer com o preso em um caso como este. Em nota, a Administração Penitenciária afirmou que adota tolerância zero para este tipo de casos e não permite sob nenhuma hipótese a entrada de objetos proibidos e que vem trabalhando constantemente na melhoria de seus equipamentos para garantir o cumprimento da lei.

A mulher, responsável pelo envio do pacote, não teve sua identidade revelada e também não foi informada se o remetente é do próprio município de Mirandópolis ou de outra cidade.

Print Friendly, PDF & Email

Veja também

Nascido em Ilha Solteira, homem é preso com drogas e armas

POR Juliete Costa Um homem de 31 anos que não teve a sua identidade revelada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display

Clique e confira