A SAAE em Pereira Barreto irá realizar ainda neste ano ações para orientar a população da localidade sobre o despejo da água pluvial na rede coletora de esgoto sanitário. A mesma iniciativa foi desenvolvida em 2012 pelos responsáveis ao abastecimento da cidade e desde então o combate pela forma irregular de descarte tem sido feita.

De acordo com as informações apuradas pela reportagem, isto acontece porque a tubulação da rede de esgoto é diferente da pluvial e por conta da irregularidade na hora de jogar fora a água, outros cidadãos do município acabam sendo prejudicados, como por exemplo, com o rompimento das tubulações da rede.

Segundo o diretor da SAAE, Mauro Martins, os proprietários dos imóveis locais devem ficar conscientes sobre o assunto para não causar problemas maiores na região. Durante a realização da vistoria nas casas, os fiscais irão notificar os respectivos donos caso estejam em situações irregulares.

Para corrigir o caso, a pessoa terá um prazo de 30 dias para mudar a forma como despeja a água pluvial. Se não houver essa adequação, a mesma ficará sujeita a uma multa equivalente a R$ 580, que será cobrada pelo município.

Print Friendly, PDF & Email