DA REDAÇÃO

O vereador Alberto dos Santos Jr., mais conhecido como Beto (PSB), apresentou um Projeto de Lei, que faz a regularização e não permite o uso de fogos de artifícios na Estância Turística de Ilha Solteira. O documento seria votado na última sessão ordinária, segunda-feira, 21, contudo, houve adiamento.

Quem pediu para que o projeto fosse adiado acabou sendo o legislador Dalmi Guedes Jr. (PSC). Ele pediu mais tempo para o projeto ser analisado e também debatido, o que não deixou Beto satisfeito. “O projeto está na Câmara Municipal desde o ano passado. Acho que houve tempo suficiente para os nobres edis analisarem o documento”, afirmou.

O documento é bastante polêmico, pois proíbe a comercialização e uso de qualquer tipo de explosivos na cidade ilhense. Apenas fogos sem barulho, ou seja, que apresenta efeitos visuais, vão poder ser utilizados na cidade. Essa proposta altera uma Lei criada no começo da década de 1990.

O criado do projeto fez questão de ressaltar que os fogos de artifício incomodam diversos moradores, além de assustar animais, idosos e crianças. Vale ressaltar que um cachorro faleceu de ataque cardíaco, no final de abril, após a final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Corinthians

A mudança tem apoio popular e a tendência é que os vereadores aprovem o projeto. A votação deve acontecer já na próxima sessão ordinária, segunda-feira, 21.

Print Friendly, PDF & Email