POR Juliete Costa

A Justiça de Andradina decidiu nesta semana penhorar 50% dos imóveis do ex prefeito da cidade, Ernesto Antônio Silva, em uma ação civil de improbilidade administrativa movida pelo Ministério Público do Estado de São Paulo.

De acordo com as informações apuradas pela reportagem, a decisão saiu no diário oficial do município na última segunda-feira, 14. No documento, consta que o Cartório de Registro de Imóveis será nomeado o novo dono dos bens que serão retirados do ex-político.

Além disso, a Justiça andradinense determinou ainda que o oficial que irá entregar o termo para Ernesto e sua família, também repasse essa informação sobre os bens recolhidos para a sua mulher, a Sandra Maria Lopes da Silva.

O ex prefeito da cidade foi preso em 2015 pela Policia Federal acusado de fraudar licitações por aquisição de combustíveis e possibilitar vantagens para empresas. Segundo as autoridades judiciais, na época ele foi condenado a sete anos de prisão em regime semiaberto.

Ao saber da novidade, munícipes ficaram satisfeitos em ver que a Justiça está tomando as devidas providências. “Ficamos felizes com essa notícia. Só assim esses políticos tomam vergonha na cara e param de roubar o dinheiro do povo”, disse uma comerciante local.

Print Friendly, PDF & Email