POR Vinicius Alves

Um pedido de cassação contra o atual Prefeito afastado da Estância Turística de Ilha Solteira, Edson Gomes (PP), foi encaminhado pela AMAIS  – Associação dos Moradores Amigos de Ilha Solteira na última sexta-feira 20. O documento foi protocolado junto à Câmara Municipal.

Esse pedido veio, de acordo com membros da AMAIS, através de uma suposta irregularidade feita por Edson, que no ano passado, foi impedido pelo Superior Tribunal de Justiça-STJ, de assumir seu cargo na Prefeitura, mas não houve pedido ao Legislativo Municipal para que voltasse ao cargo.

O pedido foi assinado por Sarita Bassan, presidente da entidade. Segundo informações obtidas pela reportagem, Sarita fez questão de levar o documento até a Câmara para que fosse protocolado. Segundo ela, Edson teria descumprido a lei, sendo assim teria de ter seu mandado cassado e assim teria de deixar o cargo até segunda ordem do STJ.

“Mesmo estando afastado por forças de medidas cautelares impostas pelo Supremo Tribunal de Justiça, o mesmo não tem autorização da Câmara para estar afastado do cargo, o que contraria a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Câmara Municipal, pois o afastamento só pode ocorrer com a autorização do Legislativo Municipal, sob pena de ferir o princípio de separação dos poderes” disse Sarita Bassa no documento da AMAIS.

A reportagem apurou que existe a possibilidade dos vereadores debater e até mesmo votar esse processo na próxima segunda 23, na sessão que tem inicio a partir das 19hrs. Para que esse pedido de cassação seja aprovado, ao menos cinco dos nove vereadores precisam votar sim, parar dar inicio ao processo.

Print Friendly, PDF & Email