POR Vinicius Alves

Na última quarta-feira, 11, o delegado da Polícia Civil, Miguel Rocha, se reuniu com o Presidente da Câmara Municipal da Estância Turística de Ilha Solteira, Rodrigo Batista Gonçalves (PPS), conhecido como Kokim e também estava nessa reunião o vereador Eduardo Vasconcelos (PPS).

O encontro do delegado da Polícia Civil com os vereadores de Ilha Solteira foi para tratar do assassinato da universitária Maria Júlia, executada pelo ex-namorado na última segunda-feira, 09, em mais um caso de feminicídio na região. Diversos assuntos também foram tratados, mas o que precisou de mais debate foi a questão de segurança na cidade.

A reportagem apurou que até uma possível parceria com a Polícia foi cogitada, para oferecer mais seguranças aos moradores também para que não se tenha impunidade quando crimes desse porte sejam cometidos e que os assassinos possam pagar pelos seus crimes mediante as ordens da Justiça.

“Em um momento de um crime tão bárbaro como foi o assassinato da universitária Maria Júlia, a população cobra por mais segurança. E é nosso dever trabalhar nesse sentido. Por isso procuramos a Polícia Civil e nos colocamos a disposição” disse o vereador Rodrigo Kokim, à Miguel Rocha, delegado da Polícia Civil.

O delegado agradeceu o apoio do poder Legislativo e afirmou que está mais que na hora, de todos mostrarem suas forças e se unirem para combater a violência em Ilha Solteira, que está cada vez mais preocupando governantes e moradores.

Print Friendly, PDF & Email