POR Orador da Paz (Francis de Mello)

Um caso inusitado de um acidente na rodovia MG 050 no município da cidade Formiga no centro-oeste do estado de Minas Gerais vem repercutindo nas redes sociais.

Uma mulher de 35 anos trafegava juntamente ao seu filhinho de 4 aninhos pela referida rodovia na noite do último domingo dia 13 quando perdeu o controle do veículo e caiu numa ribanceira de aproximadamente 10 metros, onde acabou por tirar a vida da mulher, sendo que a criança teve corte na testa, porém, sobreviveu ao acidente, o que foi obrigado pela circunstância à passar toda a noite junto ao corpo da mãe.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o fato ocorreu no km 207 da rodovia. Aparentemente, a motorista, Elaine Barbosa, seguia de Formiga para Córrego Fundo quando, por motivos desconhecidos, perdeu o controle da direção, saiu da pista e caiu na ribanceira. O veículo, que ficou escondido pelo matagal, foi encontrado por funcionários de uma indústria de cal.

O impressionante, é, que de acordo com informações com o Sargento Enio Alberto Resende Castro da Polícia Militar Rodoviária e o Tenente Matheus Campos Cunha do Corpo de Bombeiros, o garoto ao ser socorrido, pedia a todo tempo para eles encontrarem seus irmãozinhos João Gabriel e Jhonatan que estiveram com ele durante a noite gelada.

Porém, foi contactado o pai da criança ao que informou que só estavam no carro acidentado a criança e sua mãe e ninguém mais, o que fica fora de cogitação ter havido duas outras crianças no veículo no momento do referido acidente.

O vídeo do trecho da reportagem da TV local foi postado em uma página do Facebook na noite de segunda feira em meno de 24 horas já havia mais 50 mil visualizações e centenas de comentários e curtidas com mais de 1500 compartilhamentos através da referida página que tem menos de 5 mil seguidores. Aqui o vídeo na página.

O questionamento é; Se não havia mais duas crianças no carro na hora do acidente, quem seria estas crianças que esteve junto à criança acidenta e com o corpo de sua mãe ao decorrer da noite?

Seria por acaso anjos de Deus que o manteve consciente, aquecido e tranquilo, foi algo invencionado pelo menino ou socorristas?

Será que foi uma varredura de busca no local e imediações para se certificarem se não haviam realmente estas duas crianças, que poderiam terem se evadido do local em busca de socorro?

Isso deverá ser elucidado pelos os socorristas deste caso, no mínimo inusitado e emocionante, para que não fique nenhuma dúvida sobre tal hipótese.

Olá querido leitor.

Estamos reescrevendo a referida matéria, dado ao motivo de um problema técnico virtual com o nosso site (FATOS REGIONAIS http://fatosregionais.com/) matéria esta que em apenas 2 dias alcançou um total de mais de 100 mil pessoas, tendo uma visualização muito boa, atingindo mais de 20 mil cliques, acima de 5 mil curtidas e centenas de comentários, ainda está tendo aqueles que estão tentando ler a referida. em sendo assim, a reescrevemos novamente.

Gostaríamos de solicitar-lhes que nos deixem seus comentários sobre o que acharam!

Curta nossa página no Facebook

Print Friendly, PDF & Email