POR Naian Lucas Lopes

O primeiro semestre de 2017 terminou e já se sabe que a Prefeitura Municipal de Pereira Barreto teve menos despesas com a Saúde Pública numa comparação ao mesmo período do ano passado. A diminuição de investimento foi de 4%.

De acordo com a página do Portal da Transparência, o Poder Executivo gastou entre janeiro e junho deste ano um valor total de R$ 10.460.604,82. Nos seis primeiros meses de 2016, o recurso utilizado acabou sendo de R$ 10.873.542,02.

Veja as incríveis promoções de aniversário

A Saúde Pública tem sido uma das grandes reclamações dos moradores de Pereira Barreto nos últimos anos. Vale ressaltar que representantes políticos buscam soluções para diminuir a crise que se instalou na Santa Casa de Misericórdia. Muitos dizem que o hospital tem uma dívida milionária e ninguém sabe como resolver o problema.

Apesar da diminuição dos recursos, especialistas afirmam que isto não representa uma ação negativa. “Essa queda não significa que a Prefeitura está despreocupada com a Saúde Pública. Qualidade e dinheiro não andam de mãos dadas. Às vezes não é corte, mas economia, pois algum procedimento poderia está sendo realizado de forma equivocada e acabaram solucionando o problema”, afirmou um médico. “É preciso informações da Prefeitura para compreender os motivos desta diminuição”, acrescentou.

Clique e conheça nossa página

Foi organizado no final do mês de junho a Conferência de Saúde de Pereira Barreto. A expectativa é que o plano seja colocado em prática de forma eficaz e diminua os problemas que a área vem enfrentando nos últimos anos.

“Muita gente quer colocar a culpa no Joãozinho ou na Márcia. O problema vem desde o Arnaldo. Então é preciso entender quais são os motivos e solucionar. Precisamos fazer críticas construtivas e participar de conferências, conselhos, conversar com a secretária, vereadores e até mesmo com o prefeito”, disse uma moradora.

Print Friendly, PDF & Email