POR Orador da Paz (Francis de Mello)

A edição de número 17 do BBB da TV Globo foi bastante movimentado desde seu inicio, porém agora no final chegou ao extremo. Contudo o que mais está dando o que falar nas redes sociais e um fato inusitado da cozinheira desempregada Luciene Santiago de Souza de 45 anos que gastou um pouco mais de R$ 1. 2 mil em ligações e SMS votando na ídola, Emilly Araújo, 20 anos para que ela fosse a vencedora do reality show.

Em entrevista inusitada ao jornal “Extra”, ela contou que está desempregada e que seu marido era quem colocava créditos no celular da mulher toda a semana, ele trabalha no ramo de material de construção. Ela informou ainda que para quitar a dívida com a prestadora de telefone, que irá parcelar a conta em duas vezes.

Esta simpatia toda da cozinheira por Emilly tem um motivo justo. Ela ainda esta se recuperando da perda prematura que teve de sua filha com anos por morte, por conta de uma leucemia,  Segundo ela, a jovem se parecia demais com a campeã do BBB 17. “A Emilly me fez voltar a viver. Quando eu a vi no programa, lembrei logo da minha filha que morreu”, completou.

Diante de toda repercussão da história, Emilly procurou conhecer pessoalmente a fã número 1. O referido encontro ocorreu no hotel em que a campeã do BBB está hospedada no Rio de Janeiro. Ao percorrer do encontro, a ex-sister ofertou uma ajuda financeira a Luciene, que recusou imediatamente qualquer quantia.

“Não quero nada dela a não ser o amor que eu tenho por ela. Muita gente me julgou, me criticou, dizendo que eu quero o dinheiro dela, mas eu não estou atrás da Emilly para pedir dinheiro”, afirmou Luciene.

Curta nossa página no Facebook

Print Friendly, PDF & Email